Pular para o conteúdo principal

Segredos para emagrecer rápido

Segredos para emagrecer rápido

O ritmo de vida corrido dos dias atuais é um dos grandes inimigos da saúde. A correria cotidiana leva à adoção de uma série de hábitos pouco saudáveis, como o sedentarismo e o consumo de alimentos com muitas calorias e poucos nutrientes, ou até mesmo o uso de suplementos como Quitoplan e Liponow.

Por isso, o sobrepeso tem crescido de forma considerável no Brasil. Em agosto de 2013, o Ministério da Saúde publicou um relatório mostrando que, pela primeira vez na história do Brasil, o número de pessoas com sobrepeso superou o de indivíduos que estão na faixa adequada de peso.

Como é calculado o peso ideal?

O peso ideal de uma pessoa é calculado através do Índice de Massa Corporal (IMC). Este índice foi criado no final do século XIX e, até hoje, é um dos indicadores mais precisos de avaliação do peso ideal, sendo inclusive adotado pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

O IMC é o resultado da divisão da massa corporal, em quilos, pelo quadrado da altura, em metros. Se, por exemplo, o indivíduo tem 1,77 metros de altura e 92 quilos, a conta será 92 (peso) dividido pela altura ao quadrado (1,77 x 1,77, aproximadamente 3,13). O resultado será um valor próximo a 29,3.

O resultado obtido, então, é incluído na chamada tabela do IMC, uma classificação que vai da magreza grave à obesidade grau III, passando por oito gradações diferentes.

A faixa de peso considerada saudável é aquela na qual o IMC está entre 18,6 e 24,9. Ou seja, o indivíduo em questão, utilizado no exemplo acima, se encaixaria na faixa do sobrepeso, que vai de 25 a 29,9.

Calculadora de IMCO cálculo do IMC é bem simples de ser feito. Contudo, se você preferir, é possível encontrar calculadoras de IMC na internet, onde basta informar seu peso e altura para que o resultado seja obtido.

Limitações

Embora o cálculo do IMC seja um importante indício de sobrepeso, o sistema apresenta algumas limitações relevantes. O índice, por exemplo, não é válido para o cálculo do peso em crianças e idosos, devido a algumas peculiaridades da massa corporal nestes períodos da vida.

Há também algumas diferenças étnicas que podem alterar os valores da tabela, assim como a constituição física dos indivíduos.

Se tomarmos apenas o cálculo do IMC como base, pessoas musculosas podem ser consideradas obesas. Portanto, o cálculo ideal do peso só é possível plenamente através de orientação médica.

Soluções para o sobrepeso

Caso o sobrepeso realmente seja constatado, serão necessárias algumas atitudes para solucionar o problema.

A principal delas é a adoção de hábitos mais saudáveis, que incluam a prática de exercícios físicos e mudanças no cardápio oou uso de remédios para emagrecer como LiPoNow.

Com acompanhamento médico, é possível recorrer também a dietas comprovadamente eficazes, como a dieta dos pontos, que controla as calorias através de um sistema de pontuação diária.

A grande vantagem da dieta dos pontos é a promoção de uma reeducação alimentar completa, ao invés da mera privação de consumo de determinados alimentos.

De qualquer forma, antes de iniciar qualquer tipo de dieta, é muito importante consultar seu médico.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exercício para aumentar o pênis

Exercício para aumentar o pênis
Se você está interessado em saber quais são os melhores exercícios para aumentar o pênis, você veio ao lugar certo.
...Já que o artigo abaixo vou te dizer quais são as técnicas eficazes para fazer com que o membro seja maior e mais longo.
Sem dúvida... muitos homens se perguntam como fazer crescer o pênis naturalmente e se realmente é possível. É uma dúvida que todos nós temos, creio eu.
A resposta é...
Sim, é possível.
Por isso, se você quiser aumentar o tamanho de seu membro, você pode fazer algo a respeito.

Já não serve lamentar-se. De fato, já não é necessário se existem métodos naturais para AUMENTAR seu amigo de lá de baixo.
Se você quer uma mulher mais feliz e desfrutar do sexo com você, então, começa a exercer seu membro agora mesmo.
Imagine o sorriso de satisfação de seu parceiro, ao perceber que seu pau é grande e poderoso.
Bom, para alcançar grandes resultados...

Aqui Você Tem Os Melhores Exercícios Para Aumentar O Pênis
É normal q…

Carboidrato – Vilão ou mocinho? O carboidrato está sempre à mesa. Grande parte da dieta diária dos brasileiros possui alimentos com esse componente. Entretanto, nem sempre ele é bem visto por quem quer ter uma vida saudável e um corpo escultural. Há um grande embate sobre o papel dele na ingestão do dia a dia. Alguns acham que ele deve ser consumido em maior ou menor quantidade. Conforme suas convicções em relação a ele. Bom, a ciência prova que é preciso consumir carboidratos ao menos três vezes ao dia. Entretanto, para que o seu aproveitamento seja benéfico é preciso que essa ingestão seja em pequenas quantidades. Há milhares de anos o carboidrato era uma necessidade muito mais latente. Isso porque os trabalhos manuais eram mais pesados e os seres humanos estavam em constante movimento. Atualmente, com as facilidades da modernidade, a quantidade necessária diminuiu e por isso é preciso se adaptar. O certo é que ele é imprescindível para gerar energia para as tarefas. Também é preciso usá-lo como massa de consumo para os músculos em movimento, tornando-os mais fortes e com melhor recuperação após o esforço físico.   A preocupação dos médicos é o seu uso excessivo. Quando não é queimado pelo organismo, ele se acumula para uma “necessidade futura” e acaba virando gordura e prejudicando a saúde. Por isso, o ideal é buscar com um nutricionista a quantidade ideal para o seu estilo de vida, assim o carboidrato passa de vilão para mocinho, tornando-se importante todos os dias. Dicas saudáveis Há como ingerir alimentos que possuam essa substancia de forma mais saudável e funcional. Evitar as massas, pães e farinhas e optar por exemplares naturais faz toda diferença na hora da queima orgânica. A natureza oferece uma série de alimentos com esse componente e que são mais bem absorvidos pelo corpo. Evitando assim o acumulo e oferecendo diversos benefícios auxiliares. Veja alguns exemplos: batata, batata doce, banana, arroz, lentilhas, feijão, inhame, ervilhas, cereais em geral, uvas, figo e uma grande diversidade de grãos. Por haver essa grande oferta, torna-se mais fácil trocar as massas em geral por consumos melhores. Esse câmbio garante que o corpo receba de forma ainda melhor os carboidratos. Por isso, não há motivos para vê-lo ainda como vilão ou culpado pelas gordurinhas extras acumuladas na região do abdome. Dica para quem se exercita Antes de fazer qualquer esforço físico é necessário dar ao corpo as substancias necessárias para que ele queime. Isso é importante para que você não perca nutrientes essenciais nem a tão desejada massa magra. É por isso que antes de ir à academia, correr, nadar, andar de bicicleta ou praticar qualquer esporte você deve ingerir uma quantidade significativa de carboidratos. O importante é dar sempre preferência às opções saudáveis e naturais. É válido ressaltar que o vilão não foi criado pela natureza e sim pelo consumo desregrado do homem. Por isso, na hora de montar a sua dieta diária não deixe de acrescentar essa substancia importantíssima para a manutenção de uma vida saudável.

Carboidrato – Vilão ou mocinho? O carboidrato está sempre à mesa. Grande parte da dieta diária dos brasileiros possui alimentos com esse componente. Entretanto, nem sempre ele é bem visto por quem quer ter uma vida saudável e um corpo escultural.

Há um grande embate sobre o papel dele na ingestão do dia a dia. Alguns acham que ele deve ser consumido em maior ou menor quantidade. Conforme suas convicções em relação a ele.

Bom, a ciência prova que é preciso consumir carboidratos ao menos três vezes ao dia. Entretanto, para que o seu aproveitamento seja benéfico é preciso que essa ingestão seja em pequenas quantidades.

Há milhares de anos o carboidrato era uma necessidade muito mais latente. Isso porque os trabalhos manuais eram mais pesados e os seres humanos estavam em constante movimento.

Atualmente, com as facilidades da modernidade, a quantidade necessária diminuiu e por isso é preciso se adaptar.

O certo é que ele é imprescindível para gerar energia para as tarefas. Também é preci…